• Veduca

Cursos online: 2017 bate recorde de alunos e dita tendências

Não é novidade que o uso da tecnologia aplicada a metodologias de ensino tem sido cada vez ampla. Mais do que isso, uma forma inovadora de capacitação tem despontado com tendência a se tornar dominante nos próximos anos: os cursos online.

A oferta de cursos a distância tem apresentado dados de crescimento que surpreendem aos que estão habituados com a tradição formal da educação. Influenciados por fatores que vão além da exigência crescente do mercado com o cenário de crise econômica, os alunos que buscam por cursos online apontam como maiores vantagens a flexibilidade do ensino e os preços que são, em geral, mais acessíveis.

Se antes um aluno precisava se locomover, muitas vezes, por horas para chegar até uma instituição de ensino, agora é possível investir esse tempo na aquisição de conteúdo disponível na web.

Confira a seguir os principais números sobre os cursos online no Brasil, em 2017, e entenda todas as vantagens dessa modalidade que veio para ficar!


O cenário sobre os cursos online em 2017


Os episódios recentes de instabilidade política no Brasil tiveram reflexo direto no acesso à educação superior. Com os cortes em programas de financiamento estudantil, como o FIES, muitas pessoas deixaram de ter condições de arcar com todas as despesas que um curso presencial implica.

Em contrapartida, o mercado, cada vez mais acirrado, passou a exigir mais bagagem de conhecimento daqueles que anseiam por uma oportunidade. Dessa forma, uma das opções encontradas pelos que procuram por capacitação de qualidade foi aderir aos cursos online. Com o aprimoramento da modalidade de estudos à distância, hoje o aluno encontra cursos desenvolvidos com metodologias ativas de ensino, pensadas especificamente para o ambiente virtual, o que permite interatividade e maior aproveitamento. Mesmo se as aulas são gravadas, o aluno encontra conteúdo de qualidade, sites de confiança e professores de instituições de ensino renomadas, como é o caso do Veduca.

Segundo dados do último censo ADEB, do total de alunos matriculados em educação superior no Brasil, ⅓ fazem parte do ensino a distância. Além disso, a pesquisa também indica que 27% dos alunos entrevistados encontram-se na faixa etária entre 21 e 40 anos, reforçando a contribuição do EAD para a formação do profissional que já está no mercado e busca evoluir em sua carreira.


Os cursos mais procurados


Segundo os respondentes do Censo ABED, no ranking dos cursos mais procurados (em percentual) estão Pedagogia (25%), Administração (13,7%), Serviço Social (7,4%), Ciências Contábeis (7,2%) e Gestão de Recursos Humanos (6,9%).

Além dos cursos profissionalizantes, outra tendência é que sejam cada vez mais procurados os cursos que trabalhem com aspectos comportamentais, como a formação em liderança, por exemplo. Isso reflete uma inclinação do mercado a buscar por profissionais que possuam conhecimento técnico, mas que também estejam aptos para lidar com o desempenho da função e com o relacionamento em grupo.


Tendências para o futuro


A maioria das instituições formadoras participantes do censo ABED alega que o maior desafio para o desenvolvimento de cursos online é garantir inovação em abordagens pedagógicas que contribuam para o desenvolvimento do aluno.

Apesar dos desafios, as previsões permanecem otimistas para os que apostam na modalidade: segundo dados da consultoria Educa Insights, até 2026 os cursos online ultrapassarão o ensino presencial em número de alunos matriculados. Ainda segundo o estudo, de 9,2 milhões de estudantes matriculados em instituições privadas, 51% deles serão da modalidade EAD.

Portanto, é possível perceber que o ensino a distância é uma modalidade que tende a se fortalecer cada vez mais, dando acesso à educação de qualidade, com professores capacitados como no Veduca, e metodologias inovadoras.

Além disso, com a grande variedade de cursos online disponível, o aluno é capaz de conciliar a formação com o trabalho, e se preparar para as exigências do mercado com maior flexibilidade.


Cursos online mais buscados


Os dois cursos mais queridinhos no Veduca são:


Liderança: ministrado pelo professor Joel Dutra (FEA-USP) e com carga horária de 45 horas, o curso que conta com mais de 170 mil alunos.


Gestão de Projetos: neste curso online, os professores Marly Monteiro e Daniel Amaral (USP) ensinam o passo a passo para um projeto de sucesso por meio das metodologias PMBoK e Gestão Ágil de Projetos. O curso é um sucesso e conta com quase 150 mil alunos.



Os alunos do Veduca


Hoje já são mais de 1 milhão de alunos inscritos na plataforma Veduca. Em pesquisa realizada com 132 mil alunos  matriculados, o perfil do estudante do Veduca é similar ao da educação a distância em todo o Brasil.


52% dos entrevistados possui ao menos um curso superior completo, 26% estão com o curso superior em andamento e 12% possuem o Ensino Médio concluído;63% afirmam que buscam a educação a distância para se atualizar e aperfeiçoar suas habilidades;51% estão fazendo seu primeiro curso online no Veduca, o que demonstra ainda uma transição na cultura da educação a distância no Brasil;41% dos alunos reside no estado de São Paulo, 10% em Minas Gerais e 8% no Rio de Janeiro;16% dos alunos estão desempregados e 12% são autônomos e empreendedores;50% possui entre 25-50 anos de idade.


Além disso, 53% afirmam que escolheram a plataforma Veduca por querer aprender diretamente com professores de instituições de excelência, como a USP, uma oportunidade bastante restrita no Brasil; e 37% busca o conteúdo para complementar o currículo e dar um UP na carreira profissional!


Somente em 2018, o Veduca já lançou quatro novos cursos (Matemática Financeira, Libras, Comunicação e LBGT+: Conceitos e Histórias) e pretende trazer ainda mais novidades para os alunos este ano.

NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e fique por dentro das novidades, lançamentos e promoções.

© Veduca   -   Todos os direitos reservados.