• Veduca

Como falar dos meus pontos fracos em uma entrevista de emprego?

A hora da entrevista de emprego é sempre bastante tensa, principalmente se você não se preparar para ela. O recrutador costuma fazer muitas perguntas, e algumas delas não são fáceis de responder. Falar sobre objetivos e motivações que o levaram a buscar uma vaga de emprego naquela determinada empresa, por exemplo, são situações comuns. Mas como ir além disso e não ser pego de surpresa?


Por que é importante saber falar sobre si em uma entrevista de emprego?


Pedir para falar a respeito de você mesmo consiste em uma das primeiras coisas que o entrevistador tende a fazer. E ele toma essa atitude por três motivos:

quer conhecer quais aspectos deverão ser trabalhados no profissional;deseja saber qual a percepção que o candidato tem de si mesmo e o quanto ele se conhece;busca avaliar o quão aberta a pessoa é a críticas.


Gostamos de salientar nossas qualidades e habilidades, mas é necessário fazer uma autoanálise a respeito dos defeitos. Para isso, evidentemente, preparação é fundamental. Deve-se considerar tanto o aspecto profissional quanto o pessoal. A resposta revela bastante sobre nossa inteligência emocional.

Se somos capazes de perceber no que precisamos melhorar, provavelmente temos capacidade de notar os defeitos no trabalho ou nos colegas, aumentando o potencial de ajudar os outros e solucionar problemas gerais. É esse perfil de profissional que as companhias procuram.


Como citar os próprios defeitos?


Qualidades e defeitos estão presentes nos melhores profissionais, e as empresas sabem disso. Elas não têm a pretensão de contratar funcionários perfeitos. Conheça algumas dicas sobre como abordar seus defeitos e ainda se sair bem em uma entrevista de emprego!


Fuja das respostas prontas


Sabe aqueles clichês tipo “meu defeito é me dedicar demais ao trabalho”? Esqueça-os. Qualquer entrevistador um pouco mais experiente considera essa resposta como inadequada, pensando que você ou não conhece seus defeitos ou não quer mencioná-los.


Tenha uma reação positiva


Demonstre ao entrevistador que você reconhece seus defeitos e não tem problema em falar sobre eles.


Seja sincero


Mas com moderação. Se você tiver algum defeito grave como não conseguir ser pontual, por exemplo, é melhor não abordá-lo, a menos que já tenha tomado providências e esteja conseguindo superar o problema.


Mostre que está empenhado em superá-los


Mais do que reconhecer seus defeitos, é importantíssimo mostrar que você está fazendo algo para deixá-los para trás. Você pode dizer que: é tímido demais, mas está fazendo um curso que desenvolve suas habilidades de comunicação;não sabe falar nenhum outro idioma, e por isso mesmo já começou a ter aulas de inglês.


Se você tem dificuldade em fazer uma autoavaliação, peça a opinião de pessoas com as quais convive. Familiares, amigos, colegas de trabalho, chefes e subordinados, por exemplo. Quanto mais variado for seu grau de envolvimento com os outros, melhor. Mas lembre-se de sempre estar aberto a possíveis críticas.

Estar bem preparado para a entrevista de emprego pode fazer toda a diferença entre sua admissão ou descarte. Por isso, tente prever quais serão as perguntas que o recrutador fará, e prepare as respostas para elas.

Mas afinal de contas, você já passou por uma situação igual a esta? Como se saiu na hora de abordar seus defeitos? Deixe um comentário aqui no post contando alguma experiência relevante!

NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e fique por dentro das novidades, lançamentos e promoções.

© Veduca   -   Todos os direitos reservados.