• Peri Dias

Ética na Administração: três documentários para refletir



Ética na Administração é uma questão importante por si só e que se relaciona com os princípios pessoais de cada profissional. Uma pessoa que deseja agir eticamente em todas as esferas de sua vida porque acredita nesse valor precisa estender nessa decisão a seu trabalho como gestor ou gestora de uma empresa.


Para além disso, porém, a boa condução moral nos negócios tem se tornado uma questão de eficiência. É o que defende o professor Hélio Janny Teixeira, docente associado e pesquisador da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA-USP), no curso online de Fundamentos de Administração do Veduca.


“Muitas vezes, na Administração, a dimensão ética fica abandonada, porque muitos estudiosos acham que quem tem que estudar Ética são os filósofos, quem tem que estudar as grandes questões sociais são os sociólogos e, se são grandes brigas de poder, isso tem que vir da Ciência Política”, ele explica. “Porém, eu, como administrador, tenho que pensar que sempre é preciso considerar a questão ética nas relações de trabalho. Eu tenho que pensar em quem se beneficia da boa administração”, ele diz.


Neste post do Blog do Veduca, explicamos um pouco mais da abordagem de Janny Teixeira para esse tema. Em poucas palavras, ele afirma que diversas empresas que se envolvem em problemas que têm uma dimensão ética muito clara, como as questões ambientais, trabalhistas e de transparência, muitas vezes acabam pagando um preço alto por seus erros. Seguir procedimentos corretos, em linha com as leis e com os valores sociais, seria, portanto, também uma forma de garantir a saúde dos negócios.


Para inspirar quem trabalha na área de gestão empresarial a refletir sobre a importância da Ética na Administração, o Blog do Veduca selecionou três documentários que retratam situações em que os princípios morais – ou a falta deles – tiveram uma forte influência sobre o destino de companhias, indivíduos ou mesmo de comunidades inteiras.


Vale lembrar que dilemas morais são frequentes em qualquer área de atuação. Em muitas situações, é difícil definir o que é certo e errado. Em outras, a diferença é mais clara. Em qualquer caso, refletir e se posicionar é fundamental.


Esperamos que ao ver a lista a seguir, você se anime a assistir aos filmes e séries que tratam do tema e a continuar desenvolvendo um senso crítico sobre seu papel como profissional. Boa sessão pipoca!


1) Dirty Money (disponível na Netflix)

Exibida desde 2018 pela Netflix, essa série documental mostra casos de fraudes corporativas que impactaram um grande número de pessoas. Os programas são de autoria do cineasta Alex Gibney, ganhador do Oscar pelo documentário Taxi to the Dark Side, que mostra violações dos direitos humanos pelo governo do ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush. De fato, a série conta com uma qualidade da fotografia e de documentação que fazem jus a um diretor premiado. Os episódios incluem casos como o dos executivos que acobertaram o fato de que milhões de carros produzidos por suas empresas poluíam muito mais do que o permitido pela lei  e o dos representantes de alguns dos maiores bancos do mundo, que fingiam não saber que suas empresas facilitavam a lavagem de dinheiro vindo de máfias e outros esquemas criminosos. Veja o trailer abaixo.


2) Enron, os Mais Espertos da Sala (disponível na Netflix)

Do mesmo diretor da série Dirty Money, este documentário foi indicado ao Oscar, em 2006. Baseado em um livro escrito por jornalistas da revista Fortune, o filme mostra a rede de fraudes, quebras de contrato e conflitos de interesse que levaram a Enron, que já foi uma das maiores empresas de energia dos Estados Unidos a declarar falência e a arrastar consigo as economias de muitos de seus funcionários e fornecedores. As perdas para os investidores, quando a companhia quebrou, chegaram a 11 bilhões de dólares. Uma das qualidades do filme é mostrar não só a trajetória desastrosa da empresa e suas consequências, mas também as estruturas econômicas, políticas e psicológicas que permitiram que uma fraude desse tamanho pudesse chegar a esse ponto.


3) Betting on Zero (disponível na Netflix)

Esse documentário é polêmico, mas levanta questões importantes sobre Ética na Administração. O foco do filme é provar que o alto escalão da Herbalife, empresa de produtos nutricionais presente em mais de 90 países, se beneficia de um esquema de pirâmide, em que os vendedores mais novos, recrutados pelos mais velhos, apostam suas economias, mas raramente conseguem obter os resultados financeiros prometidos. Nos Estados Unidos, esse sistema teria prejudicado particularmente os imigrantes latino-americanos, muitos dos quais teriam perdido rapidamente a poupança que conquistaram em anos de trabalho duro, ao investir em uma ideia enganosa de oportunidade de ganhos rápidos. A Herbalife nega as acusações e afirma que o filme foi financiado por um investidor que queria se beneficiar da queda das ações da empresa na Bolsa de Nova York, que o documentário poderia trazer. Nesta reportagem, o El País relata em detalhes essa história. De qualquer forma, o filme provoca uma reflexão sobre os limites entre lei, ética e oportunidade de negócios. Assista para tirar suas próprias conclusões.

Quer saber mais sobre Ética na Administração?

Esta reportagem da jornalista Giovanna Sutto, no Infomoney, lista sete filmes de ficção para quem quer aprender sobre finanças e negócios. Curiosamente, quase todos abordam dilemas morais ou fraudes, um sinal do quanto a questão da Ética na Administração é importante na definição das histórias que um dia vão contar sobre sua empresa – e sobre você.  


A plataforma de vídeo TED oferece diversas palestras sobre Ética na Administração e nos negócios. Selecionamos alguns para você.





Conheça o curso online de Fundamentos de Administração do Veduca.


Crédito da imagem da chamada: Foto de Alex – originalmente publicada no Flickr como Enron Complex F

NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e fique por dentro das novidades, lançamentos e promoções.

© Veduca   -   Todos os direitos reservados.